Yoga direcionado para Transtornos Mentais

Existe uma série de estudos realizados por instituições respeitadas que comprovam o poder da prática de yoga no sentido de auxiliar no tratamento de diversos transtornos mentais, da depressão à ansiedade, passando pelos transtornos do déficit de atenção, síndrome do pânico, bipolaridade entre outros menos conhecidos.

estranhos-transtornos-mentais-html

Contamos, inclusive, com a célebre obra do Professor Hermógenes, Yoga para Nervosos, na qual são relatados casos bem sucedidos de pessoas beneficiadas pela aplicação terapêutica de elementos teóricos e práticos do yoga sistematizados e apresentados pelo autor nesse ótimo livro.

Muitos praticantes, ao longo do tempo, também vêm atestando o efeito da prática de yoga na manutenção de uma sanidade mínima necessária para lidar com a vida. Nesse ponto, cabe considerarmos que todos nós temos transtornos mentais em algum grau ou estamos constantemente sujeitos a eles. Nenhuma mente é ou tampouco se tornará perfeita como idealizamos.

Essa atenção voltada a esses efeitos no sentido de reverter quadros psicológicos desfavoráveis ou de manter a mente sã revela um aspecto mais essencial do yoga que acaba sendo obscurecido com a popularização das posturas acrobáticas, a atuação sobre a psique humana.

No início da minha formação em yoga, amigos e familiares me questionavam o porquê de não fazer também uma formação em educação física, respondia que se fosse para “validar” os conhecimentos tradicionais do yoga, o curso mais próximo seria o de psicologia. Essa era minha visão na época.

Hoje vejo que as propostas inseridas no estilo de vida de yoga são tão abrangentes que permitem um olhar por diferentes perspectivas, de modo que é possível associarmos o yoga à diversas formações: Educação Física, Fisioterapia, Psicologia, Psicomotricidade, Medicina, Filosofia e até mesmo a minha formação, Letras.

Penso que é justamente nessa abrangência que reside o segredo da eficácia do yoga em relação ao tratamento de tais desordens mentais visto que esse conjunto de práticas e ensinamentos atuam no indivíduo como um todo considerando as inter-relações entre os sistemas fisiológico, energético, emocional e psíquico, passando pela visão e leitura de mundo chegando nos relacionamentos com outros seres e com o meio.

Além da comprovada redução dos níveis de ansiedade e estresse, descobertas recentes revelaram por meio de exames de ressonância magnética que a prática de yoga chega a modificar a estrutura cerebral, ampliando áreas de massa cinzenta e estabelecendo novas redes neurais que se constroem de forma saudável revelando novos caminhos para pensar, agir e sentir.

Para colher esses frutos é imprescindível o acompanhamento de um professor com uma boa formação em yoga que além do preparo técnico seja capaz de estar presente sem se colocar acima daqueles que estão passando por problemas. Nas palavras de Jung “Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.”

Essa atitude descortina uma relação de confiança e possibilita uma leitura mais profunda da pessoa, além dos estereótipos, de modo que se torna possível perceber algumas características físicas, mentais e sociais que serão consideradas na construção de um programa de prática livre de formas pré-estabelecidas com base na sensibilidade e na bagagem de conhecimentos do professor.

Nesse encontro com o yoga, a pessoa, além de encontrar uma terapia complementar capaz de amenizar e reverter sintomas que afligem e machucam, poderá descobrir um caminho para solucionar questões existenciais mais profundas que sussurram no coração de todos os seres humanos clamando por respostas.

Fonte: https://yogaemcasa.net/2016/11/09/yoga-direcionado-para-transtornos-mentais/


Post Your Thoughts