Agroecologia

A proposta agroecológica existe desde os primórdios da civilização e defende técnicas e formas de cultivo em harmonia com o meio ambiente, embora o termo tenha sido utilizado pela primeira vez em 1928 pelo agrônomo russo Basil Bessin. Então, o movimento que está ganhando força atualmente, nada mais é do que o resgaste dos ensinamentos e práticas ancestrais aliados à novos conhecimentos trazidos pela ciência. Com uma abordagem consciente na dinâmica da natureza, a agroecologia permite a recuperação da fertilidade dos solos sem o uso de fertilizantes minerais, assim como o cultivo sem o uso de agrotóxicos. A agroecologia permite uma atividade economicamente viável e ecologicamente sustentável, possuindo assim, dimensões tecnológicas, sociais, políticas e econômicas. Além de não usar venenos, vai além: realiza o manejo sustentável, valoriza as sementes tradicionais e cultiva alimentos em harmonia com a natureza e a cultura local. Não podemos dizer quais dos aspectos da agroecologia são mais importantes porque todos o são, mas merece destaque o termo “ soberania alimentar”. É, ou deveria ser, direito de cada pessoa escolher o que ela vai comer, a dieta que vai adotar, a que combina melhor com seu jeito de pensar e valores perante a vida, no entanto, não comer alimentos contaminados por agrotóxicos deveria ser um pensamento primordial.

Quando eu decidi sair da capital de uma cidade grande e morar no interior o que mais me encheu os olhos e alimentou minha alma e coração foi saber que eu poderia produzir meu próprio alimento e oferecer segurança alimentar para a comunidade do meu entorno. Claro que precisamos de grandes espaços para produzir alimentos suficientes para se nutrir e nutrir outras pessoas, mas que tal, começar com pequenos espaços? Precisamos ser a mudança que queremos ver no mundo! Podemos plantar alguns dos nossos próprios alimentos em pequenos espaços, até mesmo em apartamentos…. Comece plantando em vasos os temperos que você usa constantemente como hortelã, alecrim, manjericão, salsa e cebolinha, dentre outros. Pelo menos consumindo os seus próprios temperos, cuidados por você diariamente, você poderá dizer que tem segurança alimentar nessa área.

Mexer na terra é uma terapia maravilhosa, traz calma e aumenta a auto-estima! Vamos começar agora?

“Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.” (Cora Coralina)

 

Namastê!!!

Por Ana Carolina Clemente

 14642521_624177744431341_7048410716993980328_n


Post Your Thoughts